OS PILOTOS

Sam Bird

Sam atua na Fórmula E desde o começo da disciplina, em setembro de 2014. Ele participou da primeira temporada com a Virgin Racing, logo antes de a escuderia britânica unir forças com a DS Performance. Este atleta inquestionável é hoje um dos melhores pilotos do campeonato em função de sua experiência e do seu nível de desempenho.
Com diversos pódios e vitórias em três temporadas, mais do que nunca Sam está determinado a marcar pontos importantes para sua equipe.

ENTREVISTA

Como um dos pilotos mais experientes da Fórmula E, você testemunhou os progressos realizados pela disciplina. O que você pensa desse entusiasmo?

Estou na Fórmula E desde o primeiro dia e devo dizer que tenho muito orgulho de tudo o que conseguimos fazer em tão pouco tempo. Acredito plenamente que a disciplina tem um impacto real sobre a promoção da mobilidade sustentável e além disso oferece belas corridas no coração das cidades mais simpáticas e icônicas do mundo.

Em três temporadas você venceu várias corridas e subiu diversas vezes no pódio. Como você vê a temporada 2017-2018?

É sempre difícil, no começo de uma temporada, prever o que vai acontecer. Tivemos alguns bons resultados em diversas corridas, e isso constituiu uma boa base para preparar a temporada 2017-2018. Porém optamos por dar continuidade ao que foi feito na temporada 2016-2017, enquanto outras equipes fizeram mudanças mais radicais. Nosso nível de competitividade também vai depender dos progressos realizados pelos outros.

A Fórmula E é uma disciplina na qual o gerenciamento da energia das baterias é fundamental. Como você gerencia sua própria energia nos dias de corrida?

São dias intensos com poucos momentos de descanso entre as sessões, então devemos administrar muito bem nossa energia. Eu, pessoalmente, procuro me alimentar em momentos específicos e me hidratar em permanência. Além disso, como vários outros pilotos, também participo do Campeonato Mundial de Resistência e estamos habituados a manter a concentração, algumas vezes por mais de 10 horas!

Alex Lynn

Alex foi o piloto da fase de desenvolvimento do DSV-03. Depois de uma participação bem-sucedida nos dois ePrix de Nova York, em julho de 2017, ele foi confirmado como piloto titular nesta quarta temporada. Com experiência na condução de monolugares, inclusive em GP2 e GP3, Alex é um homem muito ativo.

Prefere de longe os esportes de inverno ao ócio do verão, e está entre as esperanças da disciplina. Alex e Sam constituem a única dupla de pilotos 100% britânicos do paddock.

ENTREVISTA

Depois de pilotar vários tipos de monolugares, o que você pensa da Fórmula E em comparação com os outros campeonatos?

Penso que a Fórmula E é muito recreativa e objetivamente muito diferente daquilo que existe no automobilismo. Amo o desafio de conduzir esses monolugares que não fazem barulho mas que são espetaculares e divertidos.

Depois de ser piloto de testes e de participar de duas corridas em Nova York na temporada passada, você agora é piloto oficial da DS Virgin Racing. O que isso representa para você?

Tenho realmente muito orgulho de representar a equipe a DS Virgin Racing. No ano passado, como piloto durante a fase de desenvolvimento, tive a oportunidade de conviver com a equipe e mostrar que eu queria muito continuar a investir nisso. Como já disse, tenho muito orgulho de estar aqui.

Como você se prepara para um ePrix? Você precisa de atividade e movimento ao seu redor, ou prefere ficar sozinho e calmo para se concentrar?

Passo muito tempo com a equipe para me preparar, tanto nas oficinas como no simulador. Para mim, é muito importante estarmos todos focados no mesmo objetivo no dia da corrida.

Pilotes 2016/2017

Sam BIRD e José Maria LÓPEZ

SAM BIRD 

JOSÉ MARÍA LÓPEZ, o « Pechito » 

Pilotes 2015/2016

Sam BIRD e Jean-Eric VERGNE

SAM BIRD 

JEAN-ERIC VERGNE